O Poder da Gratidão

Introdução:

Gratidão é um tema bastante comum quando o assunto é autoconhecimento e espiritualidade. De fato, o poder da gratidão é incomensurável, e de certa forma, pelo menos na teoria, simples de se aplicar na vida prática.

Reclamar pelo que não se tem, ou agradecer pelo que se tem? Essa simples questão se entendida realmente, é capaz de modificar completamente a vida de uma pessoa. Analisando de um determinado ponto de vista, é algo bastante simples, e muito poderoso em termos de manifestação da realidade.

O sentimento é que cria:

Quando se reclama de algo, seja lá o que for, envia-se para o universo essa informação, uma frequência que vibra negativamente, e é exatamente isso que retorna ao ser, uma frequência negativa. De fato, o mesmo acontece quando a informação enviada ao universo é positiva, uma frequência positiva retorna.

É importante que se entenda que o fato de reclamar não se resume somente na questão de xingar, murmurar, esbravejar, etc., ou seja, em ações físicas. Na verdade, o que realmente cria é o sentimento que se emana, portanto, é o sentimento que se tem no momento em que se está reclamando que manifesta a realidade.

O mesmo acontece quando se agradece, o que realmente importa é o sentimento que se tem, ou que se emana, no momento em que se está agradecendo. Uma onda eletromagnética que vibra em uma determinada frequência positiva é emanada e, posteriormente, retorna ao ser quando ele sente gratidão.

 

Aplicação da gratidão na prática:

Um exemplo que o Prof. Hélio Couto deu em uma de suas palestras. “Se o pneu de meu carro furar, devo agradecer ao universo por isso. Porque se eu tenho problema com pneu furado, é porque eu tenho carro”. Esse exemplo deixa bastante evidente a questão do agradecer pelo que já se tem, ao invés de reclamar pelo que não se tem.

Quando se tem esse tipo de comportamento, pelo simples fato de sentir isso, o ser emana frequências positivas ao invés de negativas, e por consequência disto, retornam a ele frequências positivas, ou seja, coisas positivas para a vida do ser.

O simples fato de “virar a moeda”. Em outras palavras, “o copo está meio cheio e não meio vazio”, faz com que alterações bruscas ocorram na vida do ser e em seu entorno. E isso é possível simplesmente com essa mudança na forma de pensar/sentir/agir.

Como citado anteriormente, em termos de teoria a aplicação da gratidão na vida prática parece ser simples. Mas, na realidade a coisa não é tão fácil assim, por se tratar de um sentimento, e não de uma técnica que pode ser aplicada de forma sistemática.

 

O sucesso é o destino do determinado:

No universo nada é de graça, tudo é uma troca constante. Em outras palavras, para se conseguir algo, se tem que dar algo em troca. E em termos de aquisição de sabedoria não é diferente. Para que esse conhecimento intelectual expresso aqui nesta postagem se torne de fato sabedoria, ou seja, sentimento, deve haver por parte do ser, um investimento de tempo e energia por um período de tempo indeterminado, e essa busca deve ser honesta e sincera para que se obtenha o sucesso.

O fato de nada vir de graça do universo, na realidade é uma benção. Que graça teria a vida se tudo fosse fácil de conseguir, se fosse assim, não existiriam desafios e por consequência a realização também não existiria.

O sucesso é o único destino possível para o determinado. Aquele que estabelece metas/objetivos em sua vida, e busca isso com determinação, e outras qualidades fundamentais para se alcançar o sucesso, com certeza absoluta o alcançará. Seja em termos de aquisição de sabedoria ou qualquer outra coisa que se deseje.

 

Conclusão:

A aplicação da gratidão na vida prática é um processo que exige muito do ser, em termos de tempo, energia, e principalmente uma mudança em seu sistema de crenças. Para que se consiga “virar a moeda” de fato, deve-se vasculhar profundamente esse sistema de crenças e eliminar/alterar qualquer limitação/programação que esteja impregnada em sua mente, e por conta disto impedindo ele de sentir gratidão e continuar reclamando de tudo que acontece na sua vida.

Assim, como disse a Dra. Mabel Cristina Dias em uma palestra canalizada em conjunto com o Prof. Hélio Couto, “no universo não existe inclusão, somente exclusão”. Uma frase de uma sabedoria fascinante que pode ser resumida no seguinte: toda e qualquer limitação existente na vida de um ser é criada por ele mesmo, ou seja, o normal no universo é ter de tudo do bom e do melhor, para todos, em abundância infinita.

A gratidão é uma peça fundamental para esse quebra-cabeça chamado felicidade. Somos todos, consciência, em uma determinada instância da realidade, e por isso, manifestamos a nossa própria realidade conforme a informação que a nossa consciência possui intrínseca a si mesma. Isso ocorre de forma consciente ou não. Acontece que, aqueles que possuem essa sabedoria, não conhecimento intelectual, mas sim, sabedoria, sentimento, moldam o seu entorno como bem entenderem, mesmo.

À eterna busca pelo tal crescimento exponencial infinito em todos os aspectos da consciência.

Sobre André Buzata Soares

À eterna busca pelo tal crescimento exponencial infinito em todos os aspectos da consciência.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

2 respostas para O Poder da Gratidão

  1. Eu entendi e tenho colocado em prática a gratidão, e assistido às mudanças e sentido mais gratidão. Obrigada pelo exemplo do pneu, foi esclarecedor. Minha dificuldade é quanto ao desbloqueio do sistema de crenças, não descobri todas e ainda sofro com a entropia. Entendi também quanto ao tempo de dedicação, e vou melhorar isso também. Gratidão pela atenção e paciência e ajuda!

    Luiza Lelis

Deixe um comentário: